Apologia de Sócrates
24 de setembro de 2020
Entre latidos e palavras
9 de outubro de 2020

3 cérebros

Afinal, que história é essa ?
A tripartição do cérebro corresponde, na verdade, à tripartição do crânio. Muito se fala
dos “3 cérebros”, ou do chamado cérebro trino. Essa interessante análise nos
mostra que as 3 partes que o compõem interagem e se completam, cada uma delas
com uma função específica e correspondendo sempre a uma das 3 partes do crânio.

  • Região occipital = centro vital, funções afetivas e de sobrevivência (alimentação, reprodução, sono, reflexos inatos) = arqueocórtex.
  • Região parietal = funções de comunicação (relações sociais, de amizade, de sexo como prazer, contato, treino) e de comportamento = paleocórtex.
  • Região frontal = funções intelectuais (reflexão, aprendizado, concentração, realização, descoberta) e de comando do conjunto = neocórtex.

Nosso neocórtex é um aparelho único, produto aprimorado da evolução das espécies.
Estamos falando de um banco de dados que decodifica as imagens que recebe.
Essa é a diferença central : decodifica imagens e transforma em dados. O que os
outros animais não têm, não conseguem fazer. Por isso fica difícil falar de
consciência em outro animal que não nós, humanos. Mais do que difícil, literalmente
impossível.
Até porque segundo a classificação feita pelo primeiro biólogo da História, Aristóteles
(até hoje válida e jamais contestada), a vida se organiza em 4 reinos :

  • Mineral – principal característica é a aglutinação (pedra).
  • Vegetal – principal característica é a nutrição (planta).
  • Animal – principal característica é a locomoção (bichos).
  • Humano – principal característica é o pensamento (nós).

Lembrando que como estamos falando de evolução, apesar de sua capacidade
excelente ser a nutrição, o reino vegetal também tem a de aglutinação, que
incorporou do reino anterior, o mineral.
reptiliano = acionador (instintivo, vital) = sensações
límbico = guardião dos comportamentos (emotivo, afetivo) = emoções
cortical = maestro (lógico, cognitivo) = intelecto

Assim como o reino animal incorporou as capacidades de aglutinação e nutrição, mas
se define pela de locomoção.
E o humano incorporou as outras 3 precedentes, mas sua excelência é o intelecto.
E é nele, no intelecto, que mora essa capacidade única, que é a linguagem. Não a
articulação da fala, mas a da elaboração intelectual.

Na aula sobre o cérebro vemos tudo isso com mais detalhes e ilustrações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteudo protegido!