Conexões
2 de dezembro de 2020
Curar, segundo a Homeopatia
2 de dezembro de 2020

Corpo são em mente sã !

O medo, a raiva e a tristeza são emoções básicas e estão presentes em diversos
momentos de nosso dia a dia. Podemos perceber que diante de uma mesma situação
de risco ou insegurança, cada um terá seu modo de reagir e, muitas vezes, de forma
imprevisível.

As emoções impactam diretamente em todas as funções do nosso organismo e, até
certo ponto, essas alterações provocadas podem ser passageiras, não se
caracterizando como uma doença em si.

O desequilíbrio emocional é percebido através de comportamento irritável,
impaciência, choro, alterações no apetite e no sono, desânimo, dificuldade de
raciocínio. Quando há persistência ou intensificação da causa emocional, o organismo
passa a apresentar também os sintomas físicos. Preste atenção e você verá que na
base de todas as doenças, agudas ou crônicas, há sempre um precedente emocional.
Para a Homeopatia, esse desvio do estado de saúde, que se manifesta primeiramente
através dos sintomas emocionais-comportamentais, antecede os sintomas físicos. Em
geral, as pessoas só se definem como “doentes” quando há manifestação física de
sinais e sintomas, exceção feita às doenças mentais.

Ao compreender o conceito de doença em homeopatia, como sendo um desvio no
sentir-agir-conservar-se, a pessoa é estimulada a buscar o tratamento logo que
percebe em si, ou nos seus dependentes, algum tipo de alteração emocional-
comportamental, evitando ou minimizando a sua manifestação física.

Nesse sentido a Homeopatia é uma terapêutica preventiva, pois ao promover o estado
de equilíbrio da saúde, evita o avanço e a manifestação dos sintomas físicos da doença.
Nas doenças crônicas isso fica evidente, pois as crises agudas tornam-se mais
espaçadas e os sintomas mais brandos.

Não custa lembrar que somos uma unidade mente-corpo, não há vida física saudável
em mente perturbada.

Dra. Maria Isabel de Almeida Prado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *